Exposição apresenta resultados do projeto Linha do Tucum

Será inaugurada nesta quinta-feira, 3, às 19 horas, na Biblioteca da Floresta, a exposição que apresenta ao público os resultados do projeto “Linha do Tucum, Artesanato Amazônico”, realizado pelo Instituto de Estudos da Cultura Amazônica (Iecam) e patrocinado pela Petrobras/MinC, que está sendo desenvolvido no coração da floresta amazônica, fronteira entre o Acre e o Amazonas, no Médio Juruá, região considerada de megadiversidade biológica, conforme Relatório da Biodiversidade Brasileira.

O projeto buscou favorecer o desenvolvimento socioeconômico de comunidades do Vale do Juruá, através da valorização do conhecimento tradicional de fiação da fibra da palmeira Tucum (Astrocaryum chambira) e da capacitação de artesãos locais na confecção de produtos artesanais, utilizando como matéria-prima sementes, fibras e outros recursos florestais não-madeireiros.

A comunidade Vila Céu do Juruá é formada por ex-seringueiros, ribeirinhos e agricultores e está ligada por laços culturais a outras quatro comunidades, totalizando 350 pessoas. Localiza-se, no Seringal Adélia, a um dia e meio de barco do município amazonense de Ipixuna e a três dias de barco de Cruzeiro do Sul, no Acre, ocupando uma área de cerca de três mil hectares, recoberta pela Floresta Plu-vial Amazônica, sendo uma região riquíssima em ambientes distintos, com três grandes lagos e inúmeros igarapés.

No universo simbólico de diversas comunidades amazônicas, a linha do Tucum é considerada a “Linha da Lealdade”, pois tem grande resistência e nunca se rompe. (Agência de Notícias do Acre)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation