Gazetinhas 08/01/2010

* Rendendo ainda o Caso Magaiver.

* Aquele que apareceu morto ou foi ‘matado’ dentro do presídio de segurança máxima Antônio Amaro.

* Advogado João Tezza, um dos mais velhos 37 da coluninha, manda e-mail, cumprimentando este matutino pelo editorial “Barbárie, não”…

* …e o juiz Afonso Braña Muniz pelo artigo publicado na edição de terça-feira com o título “Quem pagará esta conta imoral”(ver íntegra na página 5).

* Mas há quem defenda que o rapaz deveria mesmo ser morto, torturado, currado, despedaçado.

* Ou ele mesmo ter se suicidado pelo crime hediondo que cometeu – o de ter estuprado uma criança.

* O perigo é este tipo de ‘justiça’ passar a valer também na política e se instituir a tortura, os paredões.

* Pelo sim, pelo não, uma comissão governamental foi formada para apurar o caso.

* Em tempo: Ministério Público está investigando a morte de Acelino Veríssimo dos Santos, ocorrida no dia 31 passado, no bairro do Triângulo Novo.

* Ele teria sido morto com um tiro disparado por um policial militar.

* Na política local, tudo parado.

* Só as especulações em torno da aliança entre a Frente Popular e o PMDB.

* Com efeito, seria o grande fato político dos últimos dez anos.

* O resto é tudo previsível, monótono.

* A conferir.

* O telefone toca. É o advogado Edílson Pinto, outro dos 37 mais antigos, cumprimentando a coluneta pela cobrança feita aos Correios na entrega das correspondências.

* Diz que ele mesmo em 2010 ainda não recebeu nenhuma e pergunta quem vai pagar as multas das contas que chegarem.

* A Viúva? A Mãe Joana?

* Aproveita para comentar que o ano não começou bem em duas instituições.

* Na Funai, cujo dirigente aqui no Acre declarou que não tem condições de resolver o problema de bebedeiras e drogas dos índios acampados em Sena Madureira.

* E na Ciatran, cujo diretor também declarou não ter condições de coibir os ‘rachas’ nas ruas da cidade.

* Pergunta: quem vai então resolver? Eles não estão recebendo para fazer os seus trabalhos?

* Gerente regional da Eletronorte, José Neves, encaminha para o acervo cultural deste jornal o DVD do espetáculo ‘Uirapuru Bambu’, da Companhia Nós do Bambu, patrocinado pela companhia.

* Estranha essa Confraria do Bar do Seu Chiquim onde mulher não entra…

* Este ano vai. Fogão pirou. Contratou El Loco.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation