Gazetinhas 16/01/2010

* Chuva, muita chuva.

* Este é o Acre do “inverno amazônico”.

* Passando aqui nos altos deste matutino o governador Binho Marques.

* Veio botar a “Boca no Microfone” no programa Toque & Retoque da GAZETA FM 93 com Nelson Liano Jr.

* Anunciou internet pra todo mundo com o programa ‘Floresta Digital’, respondeu perguntas dos ouvintes sobre o asfaltamento dos ramais, da Segurança Pública…

* …e as expectativas para o último ano de sua gestão, a qual, segundo ele, passou muito rápida.

* E o ministro de Assuntos Estratégicos, Samuel Pinheiro, reclamando dos mosquitos, heim!?

* Branquelo como leite, sangue bom da cidade grande… é desses que os carapanãs, piuns e miruins gostam!

* Mas, pelo menos, este ministro passou dois dias no Estado conversando com o governador e secretários…

* …visitou projetos, foi a Xapuri, fala português escorreito, sem sotaque.

* Diferente do seu antecessor, o ministro Mangabeira Unger.

* Moradores dos bairros adjacentes ao Horto Florestal reclamando que o Saerb passou em todas as ruas, rasgando o asfalto para colocar a tubulação de água e esgoto.

* Até aí uma medida louvável, porque investir em saneamento básico é sempre recomendável.

* Contudo, passaram-se meses e até agora não voltou para tirar o barro que colocou, substituindo pelo asfalto.

* Resultado: os rasgos estão virando buracos e quando faz sol é o poeiral; na chuva, o lamaçal.

* De fato, não dá para entender por que assim que acabam o serviço de tubulação não colocam de imediato o asfalto?

* Energia deu ontem vários ‘pinotes’(oscilações) ao longo do dia, mas até que não se registrou nenhum ‘apagão’.

* Só nos bairros em que a Eletroacre anunciou que faltaria energia, para fazer serviços de manutenção.

* Pelo sim, pelo não, um dos 37 da coluninha, Dalmo Rufino, manda e-mail sugerindo que empresários que investissem na revenda de geradores poderão se dar bem.

* Mensagem chegando no celular. É do Lhé, contando que, mesmo com chuva, foi pescar no Rio Acre e por três vezes pegou o mesmo bodó.

* É que, segundo Lhé, o bodó queria porque queria sair d’água com medo de uma grande alagação que vem por aí.

* Segundo Lhé ou o bodó, houve duas safras de manga este ano.

* Vai trabalhar, Lhé. Deixa de potoca.

* Hoje já tem futebol com os campeonatos regionais.

* Fogão vem tinindo com El Loco Abreu.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation