Pular para o conteúdo

Seqüelas profundas

Como se mostrou na edição de domingo neste jornal, as conseqüências de um assalto não se restringem a perdas de objetos ou financeiros. Assaltos violentos, como o sofrido pela comerciante Renner França de Araújo, deixam seqüelas profundas. Até a perda de um filho.

Por isso, a insistência da sociedade para que os órgãos de segurança sejam mais enérgicos e eficientes na prevenção e combate a esses bandoleiros ou quadrilhas que infestam a cidade.

O que se observa é que a Capital e mesmo algumas sedes de municípios do interior começam a se tornar reféns desses bandos armados e violentos que atacam à luz do dia. Em muitos bairros, essas quadrilhas já estão marcando seus ‘territórios’ quase sempre em torno de ‘bocas-de-fumo’. Ou, então, ‘cobrando pedágio’, tal como acontecem nas grandes metrópoles.

Evidentemente, que este tipo de prática criminosa não pode prosperar também por aqui. Rio Branco é ainda uma cidade de porte médio. O governo tem recebido um aporte de recursos significativo do Pronasci, para reequipar o sistema de Segurança Pública. É preciso que esses recursos sejam aplicados em ações efetivas no combate à criminalidade através de ações mais duradouras e inteligentes para desarticular esses bandos de criminosos.