Atlético arrasa Juventus com goleada de 7 a 0

Mais parecia um treino ataque contra defesa. Por poucas vezes o Juventus levou perigo contra a meta do goleiro Aranha, enquanto o goleiro Felipe cansou de buscar a bola no fundo das redes. Porém o nome do jogo, até mesmo da rodada da Copa do Brasil, foi Obina. O atacante marcou cinco vezes, na goleada por 7 a 0 do Atlético Mineiro.
Obina-25
O resultado garantiu a classificação prematura do Galo, eliminando o jogo de volta, que ocorreria no próximo dia 10 de março, no Mineirão, em Belo Horizonte. Com isso, o técnico Vanderlei Luxemburgo ganhou uma folga no calendário e poderá se dedicar mais para o Campeonato Mineiro, onde ocupa apenas a 7ª colocação.
O que poderia ser uma renda para reforçar o elenco para o Campeonato Acreano, acabou sendo ainda pior. Oficiais de Justiça estiveram na bilheteria do estádio Arena da Floresta para a redenção de R$ 48 mil. A renda dos mais de 6.500 pagantes, foi de R$ 133.035, sendo que com a eliminação, o Atlético leva 60% da renda, sem mencionar as despesas geradas no jogo.

Na entrevista dada após o jogo, Luxemburgo falou sobre a perseguição de alguns torcedores para familiares de árbitros e condenou a atitude. Sobre o Juventus, o técnico foi breve: “Tecnicamente um time fraco”, e ficou por isso mesmo. Também em entrevista, o gerente de futebol disse que a diretoria vai se reunir nesta semana para definir sobre o elenco e a própria comissão técnica.

Gols – O placar foi aberto com Diego Tardelli, recebendo passe de Obina, com 12 minutos de jogo. Depois disso bastou mais quatro minutos para o próprio Obina ampliar, numa falha defensiva. Aos 40 minutos, Obina chutou rasteiro, passando por baixo do goleiro Felipe, fechando a primeira etapa em 3 a 0.

Com apenas cinco minutos da etapa final, Marques retoma rumo à goleada. Após isso só deu Obina mais três vezes, aos 18min, de pênalti, aos 35min, girando sobre Vagner, e aos 45min, em chute rasteiro. A goleada poderia ser maior caso Muriqui não tivesse cobrado penalidade no travessão.

Ficha Técnica

AC Juventus 0x7 Atlético/MG


Local: Estádio Arena da Floresta

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Márcia B. Lopes Caetano (Fifa/RO) e Wilson Aquino (RO)

Gols: Diego Tardelli (12min1ºt), Obina (16min1ºt, 40min1ºt, 18min2ºt, 35min2ºt, 45min2ºt), Marques (5min2ºt).

Cartões: Rozier (30min1ºt), Jamil (4min2ºt), Jeferson (17min2ºt), Jonas (36min2ºt) pelo Juventus/AC. Carlos Alberto (31min1ºt), Obina (34min1ºt) pelo Atlético Mineiro.

AC Juventus – Felipe, Jonas, Josimar, Silvão, Castanheira (Vagner), Antônio Marcos, Jeferson, João Paulo (Hulan), Marcelo Cabeção, Rozier e Thiago (Jamil). Técnico: Illimane Soares.

Atlético/MG – Aranha; Coelho (Muriqui), Caceres, Jairo Campos, Jonílson (Ricardinho), Júnior, Obina, Carlos Alberto, Diego Tardelli (Marques), Renan Oliveira e Evandro. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation