Virou rotina

Em menos de 15 dias duas residências foram incendiadas em bairros da Capital por pura e simples vingança. No primeiro caso, o criminoso expulsou uma família de sua casa no bairro Baixada da Habitasa e não satisfeito voltou e tocou fogo no local.

Dias depois, foi preso, não por ter incendiado a casa, mas sim porque matou um jovem com cinco tiros, morador do mesmo bairro, depois que ele teria dado em cima da sua namorada.

Ontem, outra residência foi completamente consumida pelas chamas, no bairro Jorge Lavocat, após dois homens armados invadirem a casa, efetuarem vários disparos até atingir um dos moradores. Vinte minutos após o Samu socorrer a vítima, a dupla retornou ao local e incendiou a casa.

Agora é assim, se não sair como a bandidagem quer, eles vão lá e queimam a sua moradia, destroem a sua família e arruínam a sua vida. No primeiro caso, a polícia teve a chance de prender o bandido que circulava livremente no bairro, evitando a morte do jovem, mas não o fez. No segundo, chegou tarde demais para prender os criminosos.

A conclusão que tiramos disto tudo é que os bandidos estão cada dia mais frios, calculistas e pouco se lixando para o que a polícia faz ou deixa de fazer. Perderam o medo.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation