Governo do Estado investe R$ 9 milhões na ampliação de rede e produção de água no Vale do Juruá

O vice-governador César Messias, o prefeito Cleidson Rocha e o presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Deas), Petrônio Antunes, visitaram o canteiro de obras de ampliação da rede de abastecimento de água em Mâncio Lima e construção de dois poços artesianos. Ao todo, serão implantados 15 quilômetros de rede e será feita a interligação de todas as unidades habitacionais da zona urbana do município.

obras_jurua

Os trabalhos começaram há 12 dias e incluem também a construção de dois novos poços artesianos. Hoje a produção de água no município é de 200 metros cúbicos por hora, e com os dois novos poços a produção será duplicada, possibilitando o envio de água potável a todas as residências do município 24 horas por dia. Segundo César Messias, Mâncio Lima será o primeiro município do Estado a ter água em todas as casas da zona urbana 24 horas por dia. Segundo César, o Deas vai expandir a rede também em Rodrigues Alves, onde serão implantados 15 quilômetros de tubos, e em Cruzeiro do Sul, que terá mais 35 quilômetros.

Os tubos destinados a Mâncio Lima e Rodrigues Alves já estão no pé da obra; para Cruzeiro do Sul chegaram na terça-feira, de balsa, 17 km de tubos e o restante chegará ao porto da cidade até o fim do mês. O vice-governador informou ainda que logo será dada a ordem de serviço para o início dos trabalhos também em Cruzeiro do Sul.

Bom para Mâncio Lima

O prefeito Cleidson Rocha agradeceu pelo empenho do Governo do Estado em resolver o problema do abastecimento de água na cidade, pois, relata que existem algumas comunidades onde o fornecimento de água ainda é precário. Cleidson ficou especialmente satisfeito em saber que o DEAS vai incorporar o sistema simplificado de estação elevatória da prefeitura e vai interligar o sistema. Segundo explicou, a prefeitura mantém 12 sistemas de estação elevatória, que, além de não assegurar um atendimento satisfatório, não dá retorno porque os usuários não contribuem para sua manutenção. Com a incorporação do sistema municipal pelo DEAS, o prefeito conta que terá uma folga para manter os sistemas da zona rural.

R$ 9 milhões investidos no vale do Juruá

Segundo informações do presidente do DEAS, as obras de saneamento no Estado iniciaram pelo Vale do Juruá, mas serão estendidos aos 22 municípios, inclusive a capital do estado. “Já começamos em Mâncio Lima; em Rodrigues Alves os tubos já chegaram e também já vai começar e em Cruzeiro do Sul ainda falta chegar parte dos tubos para o início das obras”. Ele informou ainda que em Cruzeiro do Sul também serão construídos sete poços ampliando em mil metros cúbicos por hora a capacidade de produção de água na cidade.
Segundo Petrônio, estão sendo investidos R$ 9 milhões em saneamento na região do Juruá nesta primeira fase. Os recursos são do BNDES, do Governo Federal através da Funasa e contrapartida do governo do Estado, contando ainda com a parceria das prefeituras envolvidas.

“Até dezembro vamos fazer ampliação de rede em praticamente todos os municípios do estado, paralelamente com a captação de água e o tratamento. Tem o período de adaptação do sistema que é equilíbrio hidráulico; não dá para garantir agora que até dezembro todos os municípios terão água tratada 24 horas por dia, mas a previsão é positiva para Mâncio Lima e alguns outros municípios”. (Agência de Notícias do Acre)

obras_jurua_2 obras_jurua_3

Assuntos desta notícia


Join the Conversation