Gazetinhas 23/07/2011

* Brrr!

* O vento sopra, assobia aqui nos altos da Av. Antônio da Rocha Viana com a chegada da friagem….

 *que combina com botas, chapéus, comitivas, com a cavalgada.

* Impressionante como as coisas mudaram das primeiras cavalgadas para atualmente.

* Lá pela década de 70, eram apenas meia dúzia de cavaleiros trotando em silêncio em direção ao Parque de Exposição.

* E ainda eram xingados pela bosta que os cavalos iam ata-petando a avenida.

* No decorrer dos anos, com o surgimento da música e da moda sertaneja, do agronegócio, tudo foi mudando.

* Hoje, com o surgimento das comitivas virou uma das festas mais concorridas do Estado.

* Aliás, as comitivas viraram um verdadeiro desfile de moda country, de ostentação.

* A previsão dos organizadores é a de que mais de 20 mil pessoas deverão sair hoje nas comitivas.

* Talvez, mais.

* Fazer o quê?

* É o Brasil rural, profundo, o Brasil caipira, sertanejo.

* A moçada gosta.

* Então, seguuuura, peão!

* E este ano tem também seguuura, Tião!

* A manter a tradição de anos anteriores, o governador Tião Viana deve comparecer montado em algum pangaré na comitiva de frente.

* Não leva muito jeito, mas gosta.

* A par da festança, a Ex-poacre é uma boa oportunidade também para conferir a quantas anda a economia do Estado.

* O que se produz, o que há de inovação tecnológica nos mais diversos setores de produção.

* Ah, ia esquecendo, tem também o casório coletivo.

* Este ano, como se divulgou, ainda só de homem e mulher.

* De homossexuais ainda não.

* A custo zero, é boa oportunidade para os casais amancebados colocarem sua situação em dia.

* É isso aí: juntou, fez mal à moça, embarricou, tem que casar.

* A propósito, o meio jurídico anda ouriçado com esta ação do subpro-curador da República, Rodrigo Jonot, argüindo a inconstitucionalidade do exame da OAB.

* O caso está no STF e tudo leva a crer que a representação será aceita.

* Mas há controvérsias.

* Alguns leitores estavam se coçando para pedir indenização pelos edredons, capas, botas que compraram esperando a “fria-gem” que não chegava.

* Quebraram a cara.

* El Brujo não falha.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation