Pular para o conteúdo

Empresa assina pregão de 47 milhões para regularizar situação dos Correios

A empresa RIO Linhas Aéreas Ltda. assinou ontem, às 14h, um contrato para assumir o pregão da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) de regularizar a situação de uma das rotas nacionais de correspondência da paraestatal. Com a verba de R$ 47.819.242, a companhia aérea percorrerá o trecho Porto Velho – Cuiabá – Brasília e São Paulo, retornado por Brasília – Cuiabá e Porto Velho. Tudo no prazo de 16 horas e 50 minutos, ou seja, o vôo sairá às 17h30 de Porto Velho e retornará à mesma cidade às 10h20. Da capital de Rondônia, as cartas também terão como destino o Acre, num trajeto que durará cerca de 50min por avião e 8h por via terrestre.

A partir da assinatura, a RIO Linhas Aéreas terá uma data-limite de 10 dias para se adaptar ao cumprimento exato do que é exigido pelo pregão. Tal contrato é firmado pelo período de 1 ano, mas possui validade para renovação de até 60 meses (5 anos).  

Conforme João D’Ávila, diretor regional dos Correios, a partir desta adequação os problemas de atraso nas entregas de correspondências serão quase 100% normalizada em todo o Acre. De acordo com ele, a nova empresa executará um serviço que havia sido prejudicado desde novembro do ano passado. É que a antiga firma estaria atrasando a entrega das cartas em até 10 dias (os Correios têm levantamentos de cartas que saíram do ponto de partida no dia 11 e só chegaram a Rio Branco no dia 22). Agora, o diretor conta que esse trajeto será feito até a Capital acreana em no máximo três dias.

“O que causa atrasos nas entregas daqui é a demora em recebermos as correspondên-cias dessa rota nacional. Por isso, desde novembro de 2009 estamos insistindo para que a direção da ECT resolvesse este imbróglio. Da nossa parte, nunca houve atraso ou acúmulos de cartas nas sedes. O que rece-bíamos, nós já tratávamos de entregar logo. A não ser quando era um dia muito chuvoso, o que impossibilitava as postagens e gerava certos acúmulos. Entretanto, fazíamos turnos nos sábados para entregar estas cartas e não deixá-las se amon-toar”, contou D’Àvila.

Para comprovar a sua palavra, o diretor informou que o escritório regional dos Cor-reios possui uma equipe de 80 carteiros, 30 motos e 20 carros para atender a uma demanda de 25 a 30 mil cartas por dia só para Rio Branco (ontem mesmo este valor era de 26.445, com 16 efetivos nas ruas). Encomendas por Sedex têm prioridade de entrega para o mesmo dia. Para cartas normais, o prazo dos Correios é de 2 a 3 dias, com preferência para as que se enquadrem como cobranças, contas e faturas.